Portal da Cidade Jacarezinho

Megaoperação

Paraná divulga balanço parcial da Megaoperação Divisas Integradas

Megaoperação Divisas Integradas resultou na abordagem ou vistoria de 184 locais, 2.612 veículos e 4.160 pessoas nas divisas entre Paraná e São Paulo.

Postado em 17/09/2020 às 15:27 |

(Foto: Secretaria Estadual de Segurança Pública - PR)

No Paraná, a Megaoperação Divisas Integradas resultou na abordagem ou vistoria, até às 18h30 desta terça-feira (16/09), de 184 locais, 2.612 veículos e 4.160 pessoas em toda a área de divisa entre Paraná e São Paulo.

Foram cumpridos 88 mandados judiciais nos municípios paranaenses que compreendem a área de atuação da operação. Os policiais militares e civis prenderam ainda 90 pessoas e apreenderam doze adolescentes. Drogas, armas, dinheiro e veículos também foram apreendidos na ação.


“Estamos cada vez mais unidos no combate ao narcotráfico e ao crime organizado. Somente nestas horas de operação e intensificação de policiamento, já retiramos mais de R$ 30 mil em dinheiro do tráfico de drogas. Nosso objetivo é justamente desarticular e enfraquecer estes criminosos”, afirmou o secretário da Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares. 


Durante as ações, que ocorrem em toda a área da divisa entre os estados do Paraná e de São Paulo, além dos 20 pontos de bloqueio, foram tirados de circulação 157,5 quilos de maconha, 1,7 quilos de cocaína, 1,1 quilo de crack, e 20 pontos de LSD. Além disso, 19 armas de fogo foram apreendidas, sendo quatro pistolas, seis revólveres, um pistolete, seis espingardas e duas garruchas. Dez veículos e mais de R$ 43,2 mil em dinheiro e R$ 644 mil em cheques, além de munições, materiais para pesca ilegal, aves e animais silvestres, entre outros itens, também foram apreendidos. 


Em ações estratégicas, os policiais recuperaram dois tratores que tinham sido roubados em São Paulo e também apreenderam 150 metros de espinhéis, duas tarrafas e 50 metros de rede, além de 50 anzóis. Uma das ações também resultou na apreensão de fios de cobre. 

Ainda de acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública do Paraná, o maior benefício da operação, além do combate ao crime organizado, é a união das forças policiais. “O mais importante é um objetivo estratégico, organizado junto com São Paulo, e a integração das secretarias, não só de pessoas, mas também de tecnologia, visando unir as polícias. O trabalho mais importante que está sendo feito é o entrosamento entre as forças e a troca de informações em relação a vários assuntos”, disse. 


“Estamos muito integrados e as trocas de experiências ocorridas aqui vamos levar para ações futuras. Nosso maior objetivo com a Megaoperação Divisas Integradas é proporcionar uma maior percepção de segurança para a nossa sociedade”, completou o secretário coronel Marinho. Ele ressaltou ainda que o bom resultado nas ações, visto já no primeiro dia de operação, se deve, principalmente, ao planejamento estratégico elaborado em conjunto entre todos os órgãos participantes.  

“É uma operação bem grande, que envolve a Polícia Civil e a Polícia Militar dos dois estados, com uma participação forte das polícias estaduais e federais. É um modelo que deve ser estendido, também, para novas operações com outros estados que fazem divisa com o Paraná”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach. 

O subcomandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Antônio Carlos de Morais, explicou que os preparativos da operação levaram meses, uma vez que envolve dois estados e várias forças de segurança. “Pelo Paraná, a ação compreende a extensão dessa divisa com São Paulo, a qual abrange 17 municípios, onde somaram-se 20 pontos estratégicos para deflagarmos operações como bloqueios, mandados de busca e apreensão e de prisão, procurando coibir todos esses crimes que ultrapassam a divisa de um estado para o outro, o que é comum, visto que crime não tem fronteira”, ressaltou. 

MEGAOPERAÇÃO

As forças de segurança atuantes na Megaoperação Divisas Integradas se reuniram, na tarde da terça-feira (15/09), para o lançamento oficial da ação. O encontro contou com a presença dos secretários da Segurança Pública do Paraná e de São Paulo e representantes dos demais órgãos que integram a atividade nos dois estados. 

O secretário da Segurança Pública de São Paulo, general João Campos, também salientou que a parceria entre os órgãos é o maior ganho da ação. “O balanço estratégico já acontece, que é a integração entre as polícias dos estados e as polícias federais. O exército brasileiro também está trabalhando conosco nessa operação, na fiscalização de produtos controlados, isto é, juntos somos mais fortes”, declarou.  

As polícias estaduais, federal e o Exército Brasileiro fizeram a fiscalização de armamentos, explosivos e materiais controlados em toda a área de atuação da Megaoperação Divisas Integradas. 

Durante a reunião, o coordenador estadual da operação pelo Paraná e coordenador do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública da Região Sul (CIISP-Sul), coronel Luiz Augusto de Oliveira Santiago apresentou aos integrantes paulistas os trabalhos da Segurança Pública do Paraná para o andamento da operação. Para ele, o maior objetivo, que é a integração, foi alcançado. “Estávamos com uma expectativa muito boa e hoje tivemos tropa distribuída em todos os pontos estratégicos. Temos aeronave, drones, viaturas e embarcações atuando simultâneamente nos municípios que fazem divisa com são Paulo", concluiu o coronel. 


A Megaoperação Divisas Integradas, iniciou-se na manhã de ontem, terça-feira (15/09), com foco no combate a organizações criminosas, tráfico de drogas, armas, contrabando e descaminho, além de furtos e roubos de cargas e outras atividades ilegais na região de divisa dos dois estados. 

Mais de 7,8 mil policiais de forças de segurança das esferas estaduais e nacional, atuantes no Paraná e em São Paulo, equipados com 2,1 mil viaturas de ambos os estados, 21 aeronaves, seis drones, 18 cães e 11 embarcações, atuam na ação integrada. São 20 pontos de bloqueio na área de divisa entre os dois estados, além das ações de mandados e patrulha.

Todas as imagens foram cedidas pela Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná.

Fonte:

Receba as notícias de Jacarezinho no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário